Seguidores

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Esperança de vida Um conto real

Esperança de vida


Eu estava lá, colocando as sementes no jardim... A terra preparada, as sementes compradas e não parava de chover. Então peguei o ancinho e revolvi a terra, aí eu vi algo mexer.
Era um pequeno filhotinho de passarinho e recomeçou a chover. Ele já estava quase sem forças e molhado. “Menina traz a pazinha de lixo”. Ora que mãe?
“Tem um filhotinho aqui vou pegar com a pá e colocar no seco senão ele morre.”
Lá vem ela com a pá. Nisto a filha mais velha vem ver o que acontece.
“Tadinho mãe, onde vai colocar? Não vejo o ninho.”
  - vou colocar na árvore e a mãe dela dá um jeito de pegar.
Pra colocar o danadinho na pá foi uma briga, ele de medo criou vida.
Depois de muito tentar ele está na pá. Aí coloco onde?
“E agora ele vai cair. Vamos deixar na pazinha que a mãe vem e colocamos na árvore.” Fui atender o telefone... A filha mais velha corre e arruma uma caixa de sapatos, corta a tampa e de um kinder ovo faz dois coxinhos, um para água outro para alimento. Toda feliz me mostra a caixinha, aqui ele ficará quentinho e com esta parte aberta a mãe dele vai ver.
“Então vamos lá, parou um pouco de chover vamos colocar na caixinha.”
Fomos todas para o quintal e pegamos a pazinha na árvore, e lá estava o pobre filhotinho morto, sua cabecinha na poça que se formou dentro da pazinha de lixo... E a esperança de ver sua mãe o achar e levar para o ninho se acabou ali. Um silêncio dolorido e o desapontamento nos rostos. Sem vida não existe esperança.
Pobre mamãe passarinho, que com esperança vai chegar ao ninho e encontrar sem o filhotinho.
 Colocamos assim mesmo na caixinha... Doeu e est´s doendo enquanto eu conto.

Para vocês a esperança que tive de devolver o pequeno ao ninho... Talvez ele no chão tivesse mais sorte... Eu não sei, mas me deu uma dor no coração...   Vim escrever e desabafar, mas não estou me sentindo bem... Lá fora uma passarinha esta piando, acho que ela está procurando na esperança de encontrar...
Dione Fonseca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sonhando e escrevendo: Esperança... desatino

Sonhando e escrevendo: Esperança... desatino: Esperança... desatino Esperança asas de meu desejo Palavras mágicas Risos de sol em dias de chuva. Desenhos de jardins de amor Meta onde mo... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esperança... desatino

Esperança... desatino

Esperança asas de meu desejo
Palavras mágicas
Risos de sol em dias de chuva.
Desenhos de jardins de amor
Meta onde mora a espera. A
No ventre da noite
 Brilho de estrelas em mim.
Teus beijos Bebida que embriaga e entorpece
Sua presença me levando ao gozo sem tocar
A dança dos elementos parece deusa ciumenta
Que chega impedindo você de me encontrar.
Mas o fogo que arrasa ao passar, Sou eu.
Querendo todos os momentos de sua vida apossar
Minha doçura ao longo da vida represou
Para ser uma enchente a te inundar
Na esperança de um dia te encontrar
 Minha sede não matou... Apenas sonhei...
Esperando sua fonte me saciar
Nela me banhei entorpecida.
Mas hoje encontrei do fogo cinza frias
Meu braço abraça o silencio embalado pela dor

Tua sombra move pela casa me ferindo                                                           
Meu coração espera seus olhos me fitar.
Seu corpo enlaçar no meu corpo e descansar.
Juntos sem a desesperança que me alucina.
Para sempre unidos!
 A mente vaga gritando.
 Em erupção, queimando o meu ser.
Sonhando com a vontade de ver.
Esperança não morra... Tenho de acreditar!
 Não vou sobreviver se expectativa fenecer.
Ligados como notas musicais.
Cantarei a canção docemente.
Para você somente.
Somente você meu amor
Dione Fonseca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sonhando e escrevendo: Esperança- poema espera,saudade...

Sonhando e escrevendo: Esperança- poema espera,saudade...: Esperança Esperança Sentada olha o horizonte Esperando ver ao longe Onde a vista alcança A figura de o amado surgir No peito, coraçã... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esperança- poema espera,saudade...


Esperança

Esperança
Sentada olha o horizonte
Esperando ver ao longe
Onde a vista alcança
A figura de o amado surgir
No peito, coração acelera
Nesta triste e doce espera
Com dúvidas e certeza
A mente confundida diz
Ele há de vir, ele vem...
E em seus devaneios
Vê entre brumas surgir...
Acordada em oração.
Sentindo mil dores no coração.
Esperança que não termina.
Triste sina esperar sem saber...
Pensando “não foi hoje”.
O amanhã. Ele vem.
Desde os tempos idos,
Espera a mulher por Ulisses.
Tecendo em seus bordados.
Sonhos de amores esperados
Que a noite se desmancha
Em lágrimas pelo amado
Em uma espera sem fim
Esperança não atingida.
Que renasce ao amanhecer...
Dione Fonseca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sonhando e escrevendo: Quero sentir você- Poema amor

Sonhando e escrevendo: Quero sentir você- Poema amor: Quero sentir você Quero sentir você Amar-te por inteiro Olhando os teus olhos Sentindo o teu cheiro. Quero amar você Como nunca eu am... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quero sentir você- Poema amor

Quero sentir você

Quero sentir você
Amar-te por inteiro
Olhando os teus olhos
Sentindo o teu cheiro.
Quero amar você
Como nunca eu amei
Ouvindo teu sorriso.
Em seus braços fazer abrigo
Quero amar você com toda ternura
Sentindo que não é apenas uma aventura
E sentir meu corpo pulsando no teu
Com toda minha loucura.
Ir aos céus sem morrer
Sentir que a vida é alegria
Me acalentar sem suspirar
No seu querer.
Vem pra mim vem me dizer
Que sou tua e tu és meu
Vem meu amor fazer me feliz.
Quero sentir você
Amar-te por inteiro
Olhando os teus olhos
Sentindo o teu cheiro.

Dione Fonseca
Dione Fonseca ( Mamuzinha)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

buscando meu amado- Poesia


Buscando meu amado

Buscando meu amado
Em vigílias sem descanso
Meu ser lamenta não encontrar
O mago dos meus sonhos por quem vivo a suspirar.
Acordada sem sossego passo a noite a chorar.
Eu definho pouco a pouco sem saber como te achar.
Onde esta aquele que me diz tanto amar?
Seu amor me diz que eu tenho
Mas longe não posso te tocar
Dione Fonseca ( Mamuzinha)
Enviado por Dione Fonseca ( Mamuzinha) em 02/01/2008
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Minha alma Ouvida

Dias diferentes,sentimentos iguais ,poderia ter rescrito novamente seria a mesma essência. Tanto tempo e tão igual ja estamos em 2012 e a mesma dor ..

Minha alma Ouvida

Calada da noite –

Minha alma ouvida
Amor, paixão, saudade.
Sentimentos que amalgama o meu ser
Inquietude de minha essência dolorida
Que pululam dentro de minha alma inquieta
Suor que escorre em entranhas
Brotando de minhas têmporas doloridas
Dor causada pela mente em sinfonia com coração
Mesclada por sentimentos em fantasias
Sonhos inatingíveis que ultrapassam as barreiras da solidão
União de corpos projetada pela ilusão de ter-te ao meu lado
Papável espelho que de mim emana
Consolidado em formas que vejo
Insano desejo materializado pela força das emoções presentes
Ironias que me causam esquizofrenia quando te vejo ao meu lado e percebo que nada é real.
Apenas quando te tenho e posso sentir o teu cheiro meu coração desfalecido se permite acreditar que é real.
Sincronização de almas e espíritos realizados na presença amada.
Suspiro de vida!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 15 de janeiro de 2012

Desejo a você

Tenha um lindo e abençoado dia e uma semana de paz e muito amor. O amor é magnífico é o sol com o vento ameno que alegra nossas vidas.
Que o seu amor esteja olhandso para você
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 14 de janeiro de 2012

Mulher... Feiticeira



Mulher... Feiticeira

A chuva cai lá fora... O som é agradável da musica das gotas batendo nas folhas e escorrem. Fico olhando a gota deslizando sobre a folha. Gotas de cristal, translucida,brilhante todavia me lembra lágrimas secas deslizando sobre a face da alma.
Cogumelos estão nascendo no solo,  branco, puro, se parecem com sombrinhas ou casinhas de duendes. Vagueio nos sonhos encantados... Feiticeiras voando em suas vassouras rindo a luz da lua...
Sensualidade, amores sonhados e possuídos pelas bruxas em noites de lua cheia... deve ser lindo voar assim..ir ao encontro do amor. Feiticeiras apaixonadas seduzindo o amante. Existe poema, desejos saciado, encontros...
Toda mulher deseja ser encantada e encantar o amado, parecer bela aos seus olhos...
Poções do amor em ritual de espera. Colher a erva certa, buscar na natureza a força do encanto... femininas, sedutoras,ciumentas e possessivas... Qual mulher não é assim em relação ao amado?
Somos todas feiticeiras em noites de lua cheias ou minguante em busca do amado.
 Escolhemos o perfume e a vestimenta, os olhos brilhando apaixonados.
No beijo a promessa, no toque o convite, no sorriso a felicidade, no andar gingado das cadeiras a sensualidade...
Queria tanto uma vassoura para poder voar... sonhos...
Dione Fonseca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Senhora
Pensativa. Olha o horizonte, porem seus olhos não olham em frente
 Olha o interior, seus próprios horizontes, ocultos, dentro de seu próprio ser.
Incógnita da alma... Desejos, lembranças, saudades, esperanças.
A vida brinca com seu coração... Sentimentos.
O amor entrando porta adentro em dia de sol. Utopia, sonho ou realidade?
Sonhos que se tornarão verdade ou... Brisa gelada que passa trazendo a realidade do não ter...O ter, possuir ou conviver com algo sonhado...
Dúvidas que assolam a alma que espera. È tão cansativo a espera sem o ter, ter ou não ter.  Eterna duvida de corações ansiosos que esperam a resposta do universo.
 Tantas incertezas da espera, como, onde, quando?
Destino cruel ou bondoso que revela céu azul e vento refrescante, ou brisa gelada com gosto do salgado das lágrimas silenciosas em noites de luar...
 Espera... Infindável e doce sofrida espera...
Esperarei.
Dione Fonseca

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

A poesia se solidariza com as vítimas das chuvas na capital mineira.


Belô Poético convida poetas de BH a ajudarem as vítimas da chuva
Volume de chuva em BH já equivale a 77% do esperado para janeiro
Brasília - Nos seis primeiros dias do ano, choveu em Belo Horizonte (MG) o equivalente a 77% do volume esperado para todo o mês de janeiro. O tempo permanece instável em quase todo o estado neste domingo. A Defesa Civil alerta para a tendência de grande volume de chuva especialmente no noroeste de Minas Gerais.
O órgão chama a atenção também para a possibilidade de novos deslizamentos, devido à situação do solo que está saturado por causa das chuvas que atingem intensamente o estado desde o fim do ano passado.
Permanece em 103 o número de municípios mineiros que estão em estado de emergência em decorrência dos estragos causados pelas chuvas, enchentes e deslizamentos. Mais 54 cidades foram afetadas, mas não decretaram situação de emergência.
O último boletim divulgado pela Defesa Civil informou que na noite de ontem (7) uma forte chuva atingiu o município de Ubá e elevou o nível do Rio Ribeirão Ubá, provocando inundações em vários pontos da cidade. Também foram registrados deslizamentos de encostas e algumas vias foram interditadas. Entretanto, não há mortos ou feridos até o momento.
Até agora, foram registradas 12 mortes e há duas pessoas desaparecidas em Santo Antônio do Rio Abaixo e União de Minas. Há 906 pessoas desabrigadas em todos o estado e quase 12 mil desalojados.
 
Publicado em 08/01/2012, 15:16, por Amanda Cieglinski, no site REDE BRASIL ATUAL
 
 
A poesia se solidariza com as vítimas das chuvas na capital mineira.
Poetas e simpatizantes da poesia residentes em Belo Horizonte, poderão ajudar as vítimas das chuvas na capital mineira. Basta fazer sua doação de leite em pó, roupas, material de limpeza, cobertores, colchões, fraldas descartáveis e utensílios domésticos.
 
Locais de doações:
·        Cruz Vermelha: Alameda Ezequiel Dias, 427 – Santa Efigênia – Tel: 3224.2987
·        Batalhões da Policia Militar, Hospital Militar e Corpos de Bombeiros.
·        Arquidiocese de Belo Horizonte – Central de acolhida, Rua Além Paraíba, 208 – Lagoinha -  Tel: 3422.7141
·        Servas: Avenida Cristóvão Colombo, 683 – Funcionários.
·        Boulervard Shopping: Avenida dos Andradas – Tel: 2571.7538
·        Assembléia Legislativa do Estado de MG: Rua Rodrigues Caldas, 30 – Tel: 2108.7800
·        Banco do Brasil: em parceria entre Servas, Defesa Civil e Banco do Brasil foi aberta conta bancária para arrecadas recursos. Conta: 64529-X  - Agência 1229 – Tel: 3217.3595
 
Faça sua doação ou deposite qualquer valor na conta acima e nos comunique respondendo este e-mail (não precisa de nenhum documento para provar que fez a doação, confiamos na sua consciência). Você estará automaticamente inscrito no 8º Belô Poético-Encontro Nacional de Poesia de Belo Horizonte - que este ano acontecerá nos dias 26,27, 28 e 29 de julho -  isentando-se da taxa de inscrição de R$ 15,00.
 
Para não esquecer John Lennon
 
Todas as coisas são iguais
terrivelmente iguais
quando não amamos
por isso neutros, seremos
estrangeiros onde estamos
 
o coração há de cantar
uma canção que se faz
sincera, quando existe paz
 
há o sol, que brilha
também o caminho, a trilha
em que se quer seguir
 
mas o arco-íris
apesar das dores
só terá as cores
se pudermos amar.
 
Rogério Salgado & Virgilene Araújo
(in “Tipo Exportação” Belô Poético-2004)


Vamos ajudar
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Vontade de chorar



Às vezes não sei o porquê sinto vontade de chorar. Uma angustia me vem da alma e sem entender me toma a mente. Mulheres sentem esta aflição quando estão longe de quem amam. Algo inexplicável e às vezes vem com aquela saudade doida, uma vontade doida de ver, sentir e abraçar. |Somente ver, sem tocar sem falar.
Olhar nos olhos espelho da alma e ver La dentro amor. Tão pouco bastaria, mas este tão pouco é tão muito e tão difícil... Sonhos lindos e sofridos. A busca do ser, do contemplar de ser um sendo dois.
Suspiros são musicas longos ou curtos, uníssono, dolorido... O tempo não passa se arrasta em minha mente, chego a ouvir um relógio que há muito não existe o tic TAC é minha alma contando os segundos não vividos.
 O que é viver? Certamente não é ver dias passando em longa espera, viver é estar bem e em paz, feliz com os momentos mesmo que seja de luta.
Existem tantas lutas nesta vida... lutar por dias melhores, lutar contra uma doença ou cuidar de quem amamos e ser cuidada. Existe alegria em cuidar de quem se ama. Recordo-me de uma tia já idosa cuidando de seu marido havia tanto amor ali. Ela me disse “este amor é divino ele se torna meu filho”.  O amor tem muitas faces. Amor mãe, amor mulher, amor fraterno e o amor divino que engloba todos em um só ser o homem amado. A mulher já não vive se torna parte dele. Utopia? Para alguns sim, para outros realidade. Bendito amor que preenche nossos corações e nos torna parte deste amor que vem do Eterno. Feliz de quem é assim amado.  Triste quem encontra este amor e não consegue viver.
 Na falta dele seca as lágrimas e transborda o desencanto, definha... deixa de viver.
Dione Fonseca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012